Etanol, Matando os Pobres de Fome

É cada vez mais provável que os biocombustíveis vão “matar os pobres de fome” em todo o mundo, segundo Runge e Senauer, à medida em que as matérias-primas são convertidas para a produção de etanol para os privilegiados — “cassava”, na África sub-sahariana, tomando um exemplo ominoso. Enquanto isso, no Sudeste Asiático, as florestas tropicais são destruídas e queimadas para dar lugar a dendezeiros destinados ao biocombustível, e há efeitos ambientais perigosos resultantes da produção intensiva de etanol derivado do milho nos Estados Unidos também.